sábado, 12 de março de 2011

"Receitinhas para um domingo a dois"

Domingo estaremos sozinhos eu e marido. Como ele adora carambola e está frutinha deliciosa está no alge de sua época e eu só uma aficcionada por massa
Esse será nosso almoço de domingo, receitinha  bem leve e ligeiramente picante por conta do pesto...Tudo do Site Clique a gosto, que eu amo de paixão.
Depois desse super almocinho super levinho, marido vai assistir seu jogo e vou dar continuidade ao livro que ganhei dele no dia das MULHERES. Quer saber qual??? eu conto é esse aqui ó....

Bom demais e com direito a muitas receitas, literalmente é um livro de receitas da culinária francesa. Um segredo das francesas...ELAS BEBEM MUITA ÁGUA E CAMINHAM MUITO.
UM PEQUENO TRECHINHO DO LIVRO QUE EU AMEI, que fala de uma coisinha que eu amo comer "CHOCOLATE"

"... Saber apreciar aquela explosão de sabores delicados, aquela maciez suprema da textura que derrete na boca e começa a descer pela garganta, é, para mim, uma grande realização sensual do ato de comer."
Mireille Guiliano - em As Mulheres Francesas não Engordam, pag 140.





Espaguete ao Pesto e ao Molho de Abobrinha 20 min.
Autor:  ABIMA (Associação Brasileira das Indústrias de Massas Alimen
Ingredientes
• 500 g macarrão espaguete
• 4 xícaras (chá) abobrinha italiana cortada em cubos
• 1 1/4 xícara (chá) azeite de oliva
• 1 1/2 xícara (chá) cebola picada
• 2 dentes alho grandes picados
• 800 g tomates, sem pele e sem sementes, picados
• para decorar Manjericão picado
• Queijo parmesão ralado
• Pinole torrado
• Molho Pesto
• 1 xícara (chá) salsa fresca picada
• 1/2 xícara (chá) manjericão fresco picado
• 2 dentes alho
• azeite
• Sal e pimenta a gosto
Modo de preparo
1
Pesto
2
Bater a salsa, o manjericão e o alho no liquidificador e ir acrescentando azeite em fio até ficar espesso.
3
Molho de Abobrinha
4
Frite a abobrinha em óleo de milho, escorra e reserve. Aqueça o azeite, refogue a cebola por 3 minutos. Coloque o alho e refogue por mais dois minutos. Acrescente o tomate e deixe apurar cerca de 8 minutos. Acrescente a abobrinha frita e tempere com sal e
5
Macarrão
6
Cozinhe o espaguete em água abundante com um pouco de sal, até ficar no ponto al dente e escorra.
7
Montagem
8
Envolva o macarrão no molho pesto. Num prato, faça uma camada com o molho de abobrinha e coloque o espaguete por cima, polvilhe com manjericão, queijo ralado e pinoles.


Pescada com molho de caju e carambola 20 min.
Autor:  Azeite de Oliva Espanhol
Ingredientes
• 4 filés de pescada
• 4 ramos alecrim
• 1/2 xícara (chá) suco concentrado de caju
• 3 colheres (sopa) Azeite de Oliva Espanhol
• 2 carambolas médias em rodelas
• Sal a gosto
Modo de preparo
1
Preaqueça o forno em temperatura média (180ºC).
2
Tempere os filés de pescada com sal, enrole fazendo rolinhos e prenda-os com palitos de madeira. Em cada um coloque dentro um ramo de alecrim, arrume-os em uma assadeira pequena e regue com o suco de caju e 2 colheres (sopa) azeite de oliva.
3
Leve ao forno e deixe por 10 minutos ou até o peixe ficar macio. Retire do forno. Separe o molho restante na assadeira, acerte o sal e reserve.
4
Aqueça o azeite de oliva restante em uma frigideira e disponha, aos poucos, as rodelas de carambola e grelhe-as até dourar. Retire do fogo.
5
Montagem: arrume os rolinhos de peixe nos pratos, regue com o molho e sirva com as rodelas de carambola. Decore com cebolinha francesa picada e alecrim








É no silêncio da roça que eu encontro meu eu. Essa foto foi tirada por um grande amigo em uma de nossas trilhas de fim de semana



Sim, foi por mim que gritei.
Declamei,
Atirei frases em volta.
Cego de angústia e de revolta.

Foi em meu nome que fiz,
A carvão, a sangue, a giz,
Sátiras e epigramas nas paredes
Que não vi serem necessárias e vós vedes.

Foi quando compreendi
Que nada me dariam do infinito que pedi,
-Que ergui mais alto o meu grito
E pedi mais infinito!

Eu, o meu eu rico de baixas e grandezas,
Eis a razão das épi trági-cómicas empresas
Que, sem rumo,
Levantei com sarcasmo, sonho, fumo...

O que buscava
Era, como qualquer, ter o que desejava.
Febres de Mais. ânsias de Altura e Abismo,
Tinham raízes banalíssimas de egoísmo.

Que só por me ser vedado
Sair deste meu ser formal e condenado,
Erigi contra os céus o meu imenso Engano
De tentar o ultra-humano, eu que sou tão humano!

Senhor meu Deus em que não creio!
Nu a teus pés, abro o meu seio
Procurei fugir de mim,
Mas sei que sou meu exclusivo fim.

Sofro, assim, pelo que sou,
Sofro por este chão que aos pés se me pegou,
Sofro por não poder fugir.
Sofro por ter prazer em me acusar e me exibir!

Senhor meu Deus em que não creio, porque és minha criação!
Deus, para mim, sou eu chegado à perfeição...
Senhor dá-me o poder de estar calado,
Quieto, maniatado, iluminado.

Se os gestos e as palavras que sonhei,
Nunca os usei nem usarei,
Se nada do que levo a efeito vale,
Que eu me não mova! que eu não fale!

Ah! também sei que, trabalhando só por mim,
Era por um de nós. E assim,
Neste meu vão assalto a nem sei que felicidade,
Lutava um homem pela humanidade.

Mas o meu sonho megalómano é maior
Do que a própria imensa dor
De compreender como é egoísta
A minha máxima conquista...

Senhor! que nunca mais meus versos ávidos e impuros
Me rasguem! e meus lábios cerrarão como dois muros,
E o meu Silêncio, como incenso, atingir-te-á,
E sobre mim de novo descerá...

Sim, descerá da tua mão compadecida,
Meu Deus em que não creio! e porá fim à minha vida.
E uma terra sem flor e uma pedra sem nome
Saciarão a minha fome.


Beijos meus,
cheios de luz, paz, amor, fé e esperança sempre!


3 comentários:

Alfa & Ômega disse...

Rosane, vc é mesmo chiquérrima! desfilando um cardápio de um bom gourmet, regado a poema? Já pensou na chuvinha caindo pela vidraça, então! Bem, delicie-se, tá? Com meu abraço!

Adriana disse...

OI, Rô!!!
Que receitinhas deliciosas!!!

E o livro então... LINDO!

BOM DOMINGO!!! AMOR, SAÚDE E MUITA PAZ!!!

Ale Quejinho disse...

Minha primeira vez por aqui, e estou amando. Deixo meu convite para conhecer o meu blog, se gostar me siga tambem que ficarei honrada.
Ale