quarta-feira, 6 de julho de 2011

"Tenho e preciso continuar..."





De tudo na vida,ficaram três coisas:A certeza de que estamos sempre começando...A certeza de que precisamos continuar...
A certeza de que seremos interrompidos antes de terminar...
Portanto, devemos:Fazer da interrupção um caminho novo...Da queda, um passo de dança...Do medo, uma escada...
Do sonho, uma ponte...
Fernando Pessoa



Achei esse texto ótimo. Não ando lá essas coisas. Ando meio que levando a vida, um dia de cada vez. Sempre tentando driblar minha mente, não deixando que ela me domine. Procurando uma coisa aqui outra ali. Sempre procurando ao máximo me abastecer de coisas coisas boas. Ando lendo muito e organizando minha casa da melhor maneira possível. Enfim, ocupando cada segundo para não me perder em pensamentos negativos. Tá difícil, mas eu chego.
E assim estou bastante interessada no Feng Shui e li o texto abaixo achei bem esclarecedor e interessante. Por isso deixarei registrado aqui e partilho com você. O texto é de simples entendimento e com um que de humor, bom eu gostei.

Provavelmente, em algum momento de sua vida, você já se sentiu confuso ao chegar a uma residência. Não achava a campainha, não sabia por qual porta entrar. Batia palmas, chamava, mas ninguém atendia, embora houvesse gente em casa. Ia por um lado, voltava, tinha medo de avançar ... e se tivess um cachorro? Realmente, algumas casas são confusas para quem chega pela primeira vez.
Mais do que facilitar a vida dos visitantes, uma casa com entrada bem localizada e em bom estado facilita também a chegada dos bons fluídos.
O Feng Shui, técnica chinesa de harmonização de ambientes, age no sentido de corrigir os pontos negativos e, principalmente, atrair energias saudáveis para um ambiente. Os próprios moradores criam energias positivas ou negativas dentro de casa, a partir de seus pensamentos, sentimentos e hábitos. Mas também podem atrair bons fluídos para dentro do lar.
Mas, por onde entrariam os tais bons fluídos? Pela porta, é claro! E para que você entenda de forma bem clara como é a filosofia do Feng Shui, vamos tratar o "Chi" - as boas energias, que trazem felicidade, saúde, prosperidade e harmonia - como um ser humano, um amigo muito querido e esperado, certo?!
A simpatia, atração, bem estar, repulsa, nojo e mal estar são sensações que afetam tanto os seres quanto o "Chi". Tudo de bom, harmonioso e saudável que você fizer em sua casa para agradar a si mesmo, aos familiares e aos amigos também estará fazendo para agradar ao "Chi".
Quando recebemos amigos muito queridos em casa, preparamos tudo com antecedência: a limpeza do ambiente, a comida, música e todas as formas de tornar a estadia deles o mais agradável possível. Na hora marcada a campainha toca, você abre a porta da frente e os recebe com os braços abertos, preparados para um forte abraço. E é exatamente assim que vamos receber nosso amigo "CHI", que sempre entra pela porta da frente de nossa casa.
Aliás, nossa casa e seus cômodos estão carregados de simbologias. A porta da frente está relacionada com a boca da casa e se existem janelas, simbolizam os olhos. Por isso as janelas devem estar sempre muito limpas, caso contrário, a sujeira e o embaçamento atrapalham a visão e busca de novos horizontes por parte dos moradores. Vidros quebrados, então, nem pensar, substitua-os assim que quebrarem. Outra dica importante é sempre usar vidros transparentes. Os moradores precisam ter uma visão clara e nítida da rua e arredores. A privacidade fica por conta das cortinas ou persianas.
Imagine agora que você vai receber um amigo muito querido ou alguém importante e cerimonioso. Quando ele chega a sua casa, a campainha não funciona.
Ele é obrigado a gritar, bater palmas ou esmurrar a porta. Desagradável, não? Quando tentar entrar terá dificuldades, porque o portão está em péssimo estado, sem pintura, com pontos de ferrugem e fora de prumo. Mas nosso amigo tem boa vontade e entra. Até chegar à porta de entrada tem de desviar de coco e urina de cachorro.
Tudo bem, ele segura a respiração e continua. Passa por um jardim mal cuidado, cheio de ervas daninhas, plantas ressequidas e abandonadas. Em meio a esse cenário, nosso amigo felizmente nem repara na pintura antiga e nas rachaduras na parede.
Você teria prazer em frequentar um lugar assim? Nem o 'CHI'. Nada o obriga a entrar em casas mal cuidadas e sujas. Limpeza e manutenção básica são vitais para atrair o 'CHI' e seus bons fluídos e dependem mais de boa vontade do que de dinheiro.
Nosso amigo 'CHI', agora vai entrar em casa. Visita importante entra pela porta da frente, certo? Nada de entrar pela cozinha ou quintal. Eu particularmente acho muito desagradável as famílias que simplesmente aposentam a porta da frente, fazendo todas as entradas pelos fundos. Afinal, as pessoas mais importantes são seus moradores e estes merecem todo respeito, carinho e honras. Mas, independente de minhas preferências pessoais, o 'CHI' acabará entrando também pelas portas dos fundos, transformando-a em porta principal, se esse for o hábito da família.
A porta principal deve estar em ótimo estado para receber nosso amigo 'CHI'. Limpeza, pintura em ordem, sem pontos de ferrugem ou madeira comida. A porta deve abrir-se com facilidade e ter as dobradiças bem lubrificadas. Nunca coloque móveis ou entulhos atrás das portas, que precisam se abrir por completo e livremente para facilitar a entrada do 'Chi'.
E por falar em porta, a maçaneta poderia ser considerada as mãos da casa. Tocar na maçaneta seria como apertar a mão do dono da casa. Um aperto de mão deve ser firme e objetivo, caloroso, sem apertar demasiadamente. O extremo oposto seria a famosa mão mole, aquele que apenas encosta a mão e não passa firmeza e personalidade. Uma maçaneta quebrada, enguiçada ou frágil demais passa essa impressão. O ideal seriam as de metal polido e com formato que transmitisse a idéia de solidez e poder de fechar a casa às influências indesejáveis.
1) Evite portas com pinturas em mal estado, com a madeira comida ou enferrujadas (no caso das de estrutura metálica). Nada de campainhas quebradas, portas emperradas e cheias de entulho que atrapalhem a livre passagem
2) As maçanetas devem estar em ótimo estado e passar a idéia de solidez
3) A entrada da casa deve ser alegre e convidativa. Plantas e flores são sempre bem vidas, desde que estejam muito bem cuidadas. Cercas vivas dão a sensação de proteção
4) Os cuidados com a porta da frente também valem para o portão e cercas. Observe também a pintura da fachada e estado geral do piso
5) A porta da frente deve ter tamanho proporcional à construção e ser sempre maior do que a porta dos fundos. O lado esquerdo é a melhor localização para uma porta de entrada, quando se está de costas para a residência. A solidez da porta também é importante, as de madeira são preferíveis às de vidro
6) O ideal é que a porta da frente sempre abra para um terreno plano e nunca para descidas ou subidas. Uma subida simboliza obstáculos e frustrações. Uma entrada no topo de uma escada é considerada positiva. Para estimular o "Chi", cultive plantas nos degraus.
7) A entrada principal deve oferecer proteção contra o mal tempo.
8) A porta da frente deve ser encontrada com facilidade, por isso o cuidado com a iluminação é muito importante. Pode ser muito positivo, também, você pintar a porta de uma cor contrastante com as laterais da casa.
9) E, para complementar, se houver espaço, coloque uma fonte de água, banheira de passarinhos ou chafariz na entrada, o elemento água está relacionado com prosperidade e sorte.
Escrito por Vera Caballero & Franco Cuizzetti
Consultores e Profº de Feng Shui, Bioenergias, 
Yoga e Oráculos.


Mensagem que recebi por email e compartilho com você que sempre me lê.




Certa manhã, meu pai, homem muito sábio, convidou-me a dar um passeio no bosque de nossa casa la no interior do Rio Grande do Sul, e eu aceitei o desafio com prazer. Caminhamos e conversamos sobre muitas coisas e de repente ele se deteve numa clareira e depois de um pequeno silencio me perguntou:
- Filha, além do cantar dos pássaros, você está ouvindo mais alguma coisa?
Apurei os ouvidos alguns segundos e respondi:
– Sim pai, além dos pássaros, estou ouvindo um barulho de carroça chegando a nossa direção.
Este barulho eu conhecia e conheço muito bem até hoje por ser filha de pequenos agricultores.
– Isso mesmo, disse meu pai, é uma carroça vazia...
Perguntei ao meu pai:
– Como pode saber que a carroça está vazia, se ainda não a vimos?
– Ora, respondeu meu pai. É muito fácil saber que uma carroça está vazia por causa do barulho. Quanto mais vazia a carroça maior é o barulho que faz.
Os anos foram passando e eu tornei-me adulta, e agora sou Missionária já há muitos anos e até hoje, quando vejo uma pessoa falando, isto é, gritando (no sentido de intimidar), tratando o próximo com grossura inoportuna, prepotente, interrompendo a conversa de todo mundo, e querendo demonstrar que é a dona da razão e da verdade absoluta, sendo o gás de um refrigerante, sem humildade nenhuma de reconhecer seus erros, acima de tudo arrogante, tenho a impressão de ouvir a voz do meu pai dizendo: “Quanto mais vazia a carroça, mais barulho ela faz”.
Amigos. A Palavra de Deus nos diz em Efésios 4.31-32: “Longe de vós, toda amargura, e cólera, e ira, e gritaria, e blasfêmias, e bem assim toda malícia. Antes, sede uns para com os outros benignos, compassivos, perdoando-vos uns aos outros, como também Deus, em Cristo, vos perdoou”.


Beijos meus ,
cheios de luz, paz, amor, fé e esperança!
Rosane!



2 comentários:

Nana... disse...

Menina ando afastadissima dos blogs a vida da gente e como uma montanha russa e é fato !!!
Então nem se desculpe por as x estar longe...isso é normal
Amo vc !!!

Desafio pras amigas blogueiras vai lá !!! >>>http://bit.ly/mODUM3

Renata disse...

Nos não devemos cuidar somente do corpo,mas principalmente da alma,bons livros,boas amizades,nos fazem ser melhores,Não devemos e não podemos conviver com o que não nos faz bem.

Gostei muito do texto dessa tecnica,ou estilo de vida chines.

Bjus

Fique na paz.