quarta-feira, 9 de março de 2011

Em tempo de Quaresma - pare para refletir -







Hoje começa para mim um tempo que adoro vivenciar. Que me perdoem os preconceituosos. Não é por ser católica que não gosto de fazer minhas reflexões também sob a fé ou doutrina de outros irmãos.
Somos irmãos mediante qualquer circunstâncias a serem vividas. E é com esses meus irmãos que vou aprendo a cada dia mais , lendo, refletindo e compartilhando com todos que por aqui passam. Meu respeito a todos é sempre será muito grande.
Passo por uma transição de vida muito grande e vou me agarrando aqui e ali. E quando me deparo com texto como o abaixo, sinto que devo partilhar, com aquele ou aquelas que tal como eu estão há passar.
Deus para mim é um só e sempre será, e creio firmemente que não estou pecando em poder refletir os revezes de minha vida e muito menos estou confundindo minha alma e meu espírito.
E nesse início Quaresmal faço minha oração a Deus e clamo sua misericórdia, preciso intensamente de sua ajuda. Leio o texto abaixo para que eu consiga me desapegar...


DESAPEGO


Agarramo-nos demais a muitas coisas. Criamos dificuldades, tensões e problemas porque somos muito possessivos e apegados. Precisamos aprender a doutrina do desapego e do "deixar ir". "Deixar ir" não quer dizer descuido ou negligência, assim como desapego não quer dizer indiferença ou distanciamento. É apenas libertar-se dos apegos e da possessividade.
Quando você fizer alguma coisa, faça-a com todas as suas forças. Ponha a sua vida nela. Mas não a possua nem se deixe possuir por ela. Não se agarre a ela. Quando ela estiver concluída, deixe-a ir.
Muitas mães matam seu filho único por causa de um amor aferrado ou possessivo. A mãe deve deixar o filho ir quando ele estiver crescido, assim como os filhotes são afastados pela mãe leoa. Os amantes devem amar, mas não ser proprietários um do outro; quando o amor se transforma em propriedade, está arruinado. O dinheiro é uma coisa maravilhosa e muito importante na vida moderna, mas, quando um indivíduo se agarra a ele, toma-se avarento; e quando se está possuído pelo dinheiro, não existe vida. Se nos agarramos à oposição, ela se transforma em raiva. Se nos agarramos ao bem-estar, ele se transforma em avidez.
É muito fácil aferrar-se às palavras e ações que os outros disseram e fizeram no passado; com isso criamos problemas. Agarramo-nos ao passado e negligenciamos o presente. O mundo e a vida estão continuamente mudando; e assim, em vez de nos apegar ao passado, devemos viver uma vida nova e revigorada a cada dia. E tampouco devemos nos agarrar ao futuro e negligenciar o presente, porque o futuro é desconhecido e ainda está por vir. Devemos viver o máximo no presente.
Em última análise, todas as coisas neste mundo e nesta vida surgem e se vão à vontade delas. Permita que o Caminho dirija os caminhos e deixe ir seus próprios apegos. Esta é a maior das libertações. Nem mesmo à vida devemos nos apegar, mas deixá-la ir, e então seremos capazes de viver livremente. Muitas mortes foram transcendidas pelo desapego.
Sensei Gyomay Kubose  
fonte aqui

faço minha oração

Aqui estou meu Deus, diante de ti,
tal como sol agora.
Estou tranquilo e pacificado diante de ti, Senhor,
Como um discípulo atento ao seu mestre. Estou na tua presença e deixo-me conduzir.
Dá-me um coração de discípulo, 
para que cada dia, possa ouvir a tua Palavra.
Tu és a fonte da vida, a força maior da vida que me penetra.
Tu és meu ar que me oxigena e dilata.
Deixa que a paz me habite.
conceda-me a graça de me deixar "limpar" por ti,
ser uma concha que se enche de ti, meu Deus.
Que todos os meus pensamentos e sentimentos,
minha vontade e liberdade sejam orientados para o teu 
serviço e louvor, meu Deus, Mestre e Senhor.
Assim seja!


Beijos de luz, paz, amor, fé e esperança sempre!



3 comentários:

Adriana disse...

Querida Rô: tbém procuro vivenciar o tempo da quaresma, recolhendo-me, ajudando todos que precisam de mim, rezando. É um tempo muito santo para nós, católicos.
Bjkas pra vc!!!

Lucinha Cullen's Garden and Cia disse...

Rô,

É um tempo propício para reflexão.
Precisamos estar na presença do Senhor, para ouvir a sua voz.
Desejo que nesses 40 dias, você encontre as respostas para seus questionamentos.
Boa Quaresma!
Beijos

Maria Luiza disse...

Rosane, Jesus propôs ao jovem, dar tudo (riqueza) e seguí-lo, mas o jovem tinha grande apêgo e com pesar ficou com seu apêgo. A lição única, Rosane, é que nós devemos voar livres, viver livres, sermos livres, isentos de qualquer apêgo como: apêgo a casa, carro, filhos, animais, plantinhas, ao blog, pq ele atrai como um imã, vicia, deixamos de fazer coisas para alimentá-lo e eu não quero, em absoluto, ser escrava e com tristeza percebo que já fiquei. Desapegar-se é o grande apelo para vc se esvaziar e Cristo crescer em nós! Que diminuamos para Ele crescer. Bjbjbj!