sexta-feira, 13 de abril de 2012

Espelhos na decoração...porque usar???


Espelhos na decoração...porque usar???





Espelhos na decoração...porque usar???
Na ótima matéria e bem explicativa, feita  pelo SITE


Início

você poderá encontrar 18 ideias de como usar espelhos na decoração...


Os espelhos são um elemento decorativo verdadeiramente multifuncional – com ou sem moldura, sozinhos ou em grupo, modernos ou vintage, não só reflectem aquilo que se passa à nossa volta, como aumentam visualmente um espaço, emprestando-lhe ainda um toque de beleza.
  1. Os espelhos podem saltar dos limites das suas molduras e serem colados de forma a forrar uma parede inteira ou um pilar. Uma ideia original que pode substituir, por exemplo, uma simples pintura ou a aplicação de papel de parede.  
  2. Pousar um enorme espelho no chão, simplesmente encostado a uma parede, cria um efeito imponente em qualquer espaço e acaba por elevar o próprio espelho a objecto de arte e de apreciação. Outra vantagem? Pode ser fácil e rapidamente transportado para outro local… perfeito para aqueles dias em que apetece redecorar.
  3. Nada mais wow do que duplicar o efeito dos espelhos, ou seja, pendurar dois espelhos idênticos lado a lado sobre a mesa do hall de entrada, a cómoda do quarto, ou do lavatório da casa de banho. Para um look mais descontraído, opte por dois modelos diferentes.
  4. Utilize um espelho com uma moldura espectacular para tapar algum aparelho pouco utilizado ou para esconder as imperfeições das paredes.
  5. Um espelho vintage, moderno ou com uma moldura dramática pode servir, na perfeição, como cabeceira de cama. Basta desviar a cama e encostar; se ficar muito baixo, coloque-o sobre um banco em madeira, por exemplo. Em alternativa, pode também pendurar o espelho por de trás da cama.
  6. Expor numa cómoda, toucador ou consola um conjunto de espelhos de mão ou com pequenos pés é uma maneira elegante de reunir e exibir uma bela colecção de espelhos.
  7. Para além de ser muito dramático, afixar um espelho no tecto de uma divisão é uma excelente opção para espaços pequenos, ou seja, vai contribuir para que pareçam maiores do que são na realidade.
  8. Um espelho com uma moldura invulgar pode servir de foco central num determinado ambiente, assumindo ainda o papel de delimitação de um pequeno recanto.
  9. Não restrinja a decoração com espelhos a modelos exclusivamente verticais – pegue nesse mesmo espelho e experimente expor ou pendurá-lo horizontalmente. A diferença pode ser colossal…
  10. Disposto numa parede inteira, um conjunto de espelhos exactamente iguais podem formar uma exposição de arte gráfica muito interessante; enquanto um conjunto de espelhos completamente distintos, criará um ambiente mais artístico ou eclético.
  11. Utilize um espelho de grandes dimensões para emoldurar uma cena real, ou seja, coloque-o de frente para um ambiente de forma a que a sua reflexão pareça um quadro quando se estiver a olhar directamente para o espelho.
  12. Aplique um espelho no fundo (e até dos lados) de uma lareira inutilizada para potenciar a iluminação e o espaço de qualquer sala de estar ou de jantar. Para um toque aconchegante e romântico, coloque várias velas à sua frente e acenda-as!
  13. Colados a portas ou armários, os espelhos podem apresentar-se como um apontamento decorativo surpreendente e, ao mesmo tempo, permitem poupar espaço.
  14. Em vez de pendurar mais um quadro sobre a lareira, porque não experimentar um espelho ou vários?
  15. Forre um dos lados da porta do duche com um espelho – para além de ampliar instantaneamente qualquer casa de banho, ganha um pouco de privacidade e ainda um local para se ver enquanto se arranja.
  16. Provavelmente o último local onde pensaria exibir um espelho seria numa cozinha! Porque não? Pendurado horizontalmente irá dar uma nova vida a uma velha cozinha e é ainda uma excelente maneira de tapar azulejos que já cansam.
  17. Para criar um centro de mesa dramático e elegante, deite um espelho estreito a meio da mesa e disponha pequenos vasos com flores sobre o mesmo. Pode conseguir o mesmo efeito com um espelho de menores dimensões ou com vários pequenos espelhos alinhados. 
  18. Crie a sensação de existir mais uma janela num qualquer espaço ao pendurar um espelho directamente em frente a uma janela existente – é ainda um bom truque para reflectir o exterior no interior.


Algumas imagens lindas que vão bem de encontro com a matéria...


espelhos decorativos Decoração com espelhos


Small Mirrors Wall Decoration Interior Small Mirrors Wall Decoration Interior

Imagens da internet

Imagens aqui
















Pense nisso::..



O espelho da verdade
Frei Tibério Zílio

Para que serve um espelho senão para reproduzir ao vivo aquela imagem que gostaríamos de ser? Todas as vezes que nos colocamos perante o espelho, procuramos o reflexo do nosso ideal.
    
Amor ou vaidade?
Para que serve um espelho senão para reproduzir ao vivo aquela imagem que gostaríamos de ser? Por acaso não é o reflexo dos nossos sonhos e desejos?
Beatriz, sai daí! O que estás a fazer há horas diante de um simples espelho?.
Santa Clara coloca-nos em alerta para não sucumbirmos perante a grande tentação (na era da imagem) de procurarmos a vaidade, o orgulho; chegue-nos o exemplo de Narciso, que se afogou tentando abraçar a sua cara espelhada por um estanho.  Ilusão das ilusões... tudo é ilusão!.
Onde está a verdadeira beleza? Como podemos atingir a verdade da nossa vida através de um espelho?
Ensina-lo S. Francisco: Francisco valia-se do mundo como límpido espelho para contemplar a bondade de Deus. Em todas as criaturas ele cantava o Artífice; tudo o que nelas via o referia ao Criador (da II Vida de Tomás de Celano, 165).
E ainda: Quando vires um pobre, meu irmão, nunca esqueças que é a imagem do Senhor ou da sua pobre Mãe que tens diante dos olhos. E nos doentes, da mesma forma, considera que as suas enfermidades são as que Ele assumiu (da Legenda Maior de S. Boaventura, VIII, 5).

Cuidado: não deixes de contemplar a Fonte da beleza e de tudo o que te rodeia, para não perder a verdade da tua imagem e da tua vida. A Beleza está em ti, mas não és tu: procura-A dentro de ti, sabendo que não se esgota com a tua falta, pois está bem distribuída na criação inteira e, antes de mais, na humanidade.
Serve o teu irmão mais próximo ou em necessidade e encontrarás nele espelhado o Amor. Espelha-te na Cruz e a vaidade desaparecerá. Respeita a natureza, o teu corpo e o dos outros e verás que o teu anseio de harmonia e de felicidade universal encontrará apoio nos outros. Vive na justiça e na lealdade e elas adornar-te-ão.
Caro jovem, deixo-te na companhia de Clara de Assis para voares alto na onda da tua vocação: o teu SIM livre e alegre a Deus tem o poder de quebrar todos os limites e confins e dar-te um horizonte universal, como um espelho sem moldura.
Fixa o teu olhar no espelho da eternidade, deixa a tua alma banhar-se no esplendor da glória e une o teu coração Àquele que é encarnação da essência divina, para que, contemplando-O, te transformes inteiramente na imagem da sua divindade. 
(da 3.ª Carta de Santa Clara a Inês de Praga, 12-13)

Contempla diariamente este espelho, ó rainha e esposa de Jesus Cristo. Observa nele o teu rosto para que a grande variedade de virtudes que embeleza o teu interior e exterior, seja como manto de flores, tal como convém à filha e esposa do Rei supremo.
Neste espelho poderás contemplar, com a graça de Deus, como resplandece a bem-aventurada pobreza, a santa humildade e a inefável caridade.
(da 4.ª Carta de Santa Clara a Inês de Praga, 15-18)



Beijos meus cheios de, luz, paz, amor, fé e esperança no Cristo ressuscitado!



Um comentário:

Elisabete disse...

Olhar-nos ao espelho é bonito, sem nos tornarmos narcisistas claro! Bom domingo.