sexta-feira, 7 de outubro de 2011

"Transformar o cimento em jardim de flores"

allamanda


Por várias vezes já disse aqui no blog, que minha casa tem um enorme quintal, mas pouco reaproveitável.
A reforma que espero há mais de anos ainda não chegou o dia de poder fazer. Enquanto esse fatídico dia não chega, eu vou sonhando em poder transformar o excesso de cimento que mamãe me deixou com um vaso aqui outro ali, e assim fico à espera da reforma. Encontrei uma maneira ótima de transformar meu cimento em jardim no site " VERDE FOLHA ".  VAMOS VER SE EU ME ANIMO UM POUQUINHO...RISOS!!!


Jardinagem em vasos


Provavelmente, nem uma outra forma de jardinagem é mais versátil do que a jardinagem em vasos. Cultivar plantas em vasos torna possível fazer jardinagem em situações em que não há quintal nem solo disponível: um terraço, um balcão, um deck, uma saída de emergência ou até mesmo uma área de concreto.
A jardinagem em vasos pode ser a solução ideal para pessoas com limitações físicas que as impedem de trabalhar no nível do solo. Pode também ser a resposta para os que contam apenas com solos problemáticos. Para qualquer um, o cultivo de plantas anuais em vasos pode oferecer uma dimensão extra do prazer de jardinagem, tanto em áreas externas no verão e internamente no inverno.
A jardinagem em vasos possiblita cultivar várias plantas, colocadas exatamente onde você quer que fiquem.
2006 Publications International, Ltd.
A jardinagem em vasos possiblita o cultivo de plantas exatamente onde você quer que elas fiquem

O que é essencial na jardinagem em vasos é que sejam capazes de conter terra bem como permitir que o excesso de água escorra. Tenha em mente que as plantas se desenvolvem mais rapidamente em grandes quantidades de solo, porque o nível de temperatura e umidade flutuam menos, pois o volume de terra aumenta. A menos que o jardineiro tenha extrema vigilância, as plantas têm maior probabilidade de sofrer com secas ou superaquecimento quando plantadas em vasos pequenos. 
Plantando em vasos
Basicamente, você pode começar sua jardinagem em vasos com qualquer combinação de recipientes, escolhendo a mistura perfeita de plantas que você quer cultivar. Coloque o vaso onde ele terá a quantidade ideal de sol e sombra. Você deve regar quando faltar água da natureza e agendar a fertilização.
É assim mesmo? Bem, não bem assim. Leia a seguir para obter dicas mais específicas que o ajudarão a fazer um belo jardim em vasos.
Faça uma camada de pedras pequenas para cobrir o furo de drenagem no vaso.
2006 Publications International, Ltd.
Faça uma camada de pedras pequenas para cobrir
o furo de drenagem no vaso
  • Para que as plantas cresçam bem em vasos, uma boa drenagem é fundamental. Os furos de drenagem precisam ser cobertos para que a terra fique bem colocada; pedaços de cerâmica quebrados, uma tela fina ou um filtro de café são boas escolhas. Você pode também adicionar uma camada de pedras pequenas, perlita, ou areia grossa no fundo do vaso. Em áreas internas ou em varandas, em que a água que escorre do vaso causaria algum dano, coloque uma bandeja embaixo do vaso para coletar o excesso.

    Se estiver usando um vaso decorativo sem furos para drenagem, coloque um pote com furinhos dentro dele, onde ficará a planta. Levante o potinho interno com uma camada de pedras para que fique acima do nível da água. Usar turfeira no espaço entre os vasos interno e externo proporciona um isolamento para ajudar a estabilizar as temperaturas do solo.
  • Esterilize vasos antigos com uma solução de água sanitária a 10%
    antes de usá-los para outras plantas. Guardar os vasos de flores, vegetais, poinsétias e até mesmo arbustos transplantados para o jardim é uma ótima forma de economizar. Mas você tem que certificar-se que eliminou quaisquer pestes e doenças que podem ter ficado ali.
    Comece lavando o excesso de terra, pedaços de raiz e outros fragmentos com água morna e sabão. Misture 1 parte de água sanitária com 9 de água e use a solução para enxaguar o vaso. Enxagüe novamente e o vaso estará pronto.
  • Faça uma terra personalizada para o vaso. Utilize uma mistura para vasos com turfa como base (funciona bem para plantas internas, mudas e plantas semelhantes). As misturas com turfa não ficam tão compactas como a terra, o que é uma grande vantagem em vasos. Porém, elas têm poucos nutrientes e são propensas a secar mais rapidamente, complicações estas que podem ser minimizadas com misturas para vasos especiais.

    Para fazer uma mistura mais rica para flores anuais ou plantas perenes, como o lírio-amarelo, você pode misturar 2 partes de mistura de turfa com 1 parte de adubo composto. Para um solo mais fértil, que retenha umidade, para plantar tomates ou alface, agregue 1 parte de mistura de turfa a 1 parte de terra de jardim e 1 parte de adubo composto. Para uma mistura mais leve para mudas ou suculantas e cactos, adicione 1 parte de areia grossa ou perlita a 1 parte de mistura de turfa.
  • Faça a mistura prévia dentro de um carrinho de mão cheio de mistura de turfa. Se você tem muitas plantas que precisam ser trocadas de vaso, ou gosta de colocar mais do que apenas alguns vasos ou floreiras de verão na parte externa da casa, isso economizará tempo e esforço. Se você comprar a mistura de turfa e outros componentes em embalagens maiores, também economizará dinheiro.
    Folhagens para vasos
    Essas plantas ficam ótimas quando são misturadas com flores em vasos:
    • tinhorão 
    • crótons 
    • orelhas de elefante 
    • samambaias
    • aspargo-rabo-de-gato 
    • coléus 
    • begônia rex 
    • hostas
    • linho da Nova Zelândia
    • gerânios perfumados 
    • artemísias
    • planta-aranha 
    • heras
  • Umedeça previamente a mistura de turfa em um recipiente grande ou em um carrinho de mão. Umedecendo a mistura previamente, que absorve uma grande quantidade de água, você garante que haverá umidade suficiente para as novas plantas.

    Geralmente, utiliza-se uma mangueira de jardim para essa tarefa. Borrife uma quantidade generosa de água, e faça a umidade penetrar na mistura de turfa usando uma colher de pedreiro (ou uma enxada, se a quantidade for grande). Continue a adicionar mais água até que a turfa fique unida em uma bola úmida. Agora está pronta para ir para o vaso. Não deixe que fique encharcada.
  • Use gel de retenção de umidade para reduzir a necessidade de regar, especialmente quando estiver usando misturas que secam rapidamente, como turfa como base. Esse tipo de gel - polímeros, na verdade - se parecem com cristais quando estão secos e fechados na embalagem.
    Mas quando você adiciona água, ficará surpreso de vê-los incharem em uma grande massa de pedaços de gelatina. Você pode misturar o gel nas misturas de turfa, seguindo as instruções de mistura da embalagem.
  • Tenha uma sucessão de novas flores surgindo em vasos a cada nova estação e sua casa e jardim nunca ficarão sem cor. Na primavera, aprecie flores de meia-estação, como bulbos, prímulas e amores-perfeitos. No verão, cultive plantas perenes e anuais delicadas como beijos e begônias. No outono, aprecie as de floração tardia, como ásters, flores-do-campo e gramas ornamentais.

Plantas anuais e perenes em vasos


Você pode também fazer um jardim em vasos pelo tipo de flor. Agrupar flores anuais em vasos fica especialmente bonito porque elas são praticamente feitas para serem plantadas em vasos. As perenes, no entanto, crescem melhor no solo, mas há algumas que também ficam bem em vasos.

Caso você queira aprender mais é só continuar a ler e a aprender mais clicando aqui



Ramalhete EspiritualBeijos meus cheios de,
luz, paz, amor, fé esperança!




2 comentários:

Elisabete disse...

Querida Rô, obrigada pelo seu bonito comentário. Não me importo de fazer um intercâmbio mas não quero que me ofereça nada. Depois, há de me contar como foi a sua visita. Beijinhos grandes

Alfa & Ômega disse...

Como eu entendo o seu dilema de quintal, Rosane! Eu vivo o mesmo problema e o meu não é tão grande assim. Mas não desaninemos, né?
Beijão com desejos de um fim de semana terno e doce!