domingo, 1 de janeiro de 2012

"Desiderata" Max Ehrmann (1872-1945)



Desiderata

Siga tranqüilamente, entre a inquietude e a pressa, lembrando-se que há sempre paz no silêncio. Seja prudente, não ultrapasse os seus limites e nem desafie as suas vontades.Tanto quanto possível, sem humilhar-se, viva em harmonia com todos os que o cercam. Não subestime e nem julgue o semelhante, pois o prejudicado pode ser você mesmo. Pois quem sabe você precisará amanhã, daquele que você menospreza hoje.Fale a sua verdade mansa e claramente, e ouça a dos outros, mesmo a dos insensatos e ignorantes, eles também tem sua própria história. Evite as pessoas agressivas e transtornadas, elas afligem o nosso espírito. Elas são o espelho da própria ignorância, da própria impotência e pela incapacidade de ser alguém mais verdadeiro e mais original.Se você se comparar com os outros, você se tornará presunçoso e magoado, pois haverá sempre alguém inferior e alguém superior a você. Você é filho do universo, irmão das estrelas e árvores, você merece estar aqui; e mesmo que você não possa perceber, a Terra e o Universo vão cumprindo o seu destino e você é parte dele. Viva intensamente o que já pode realizar, mantenha-se interessado em seu trabalho, ainda que humilde, ele é o que de real existe ao longo de todo o tempo. Dê valor aos seus sonhos, agradeça a sua realidade e também celebre os seus melhores momentos.Seja cauteloso nos negócios, porque o mundo está cheio de astúcia, mas não caia na descrença, a virtude existirá sempre. Muita gente luta por altos ideais, em toda parte a vida está cheia de heroísmo. Seja você mesmo, principalmente não simule afeição nem seja descrente do amor, porque mesmo diante de tanta aridez e desencanto ele é tão perene quanto a relva. Aceite com carinho o conselho dos mais velhos, mas também seja compreensivo aos impulsos inovadores da juventude, alimente a força do espírito que o protegerá no infortúnio inesperado; mas não se desespere com perigos imaginários, muitos temores nascem do cansaço e da solidão. E a despeito de uma disciplina rigorosa seja gentil consigo mesmo. Portanto esteja em paz com Deus, como quer que você o conceba e quaisquer que sejam os seus trabalhos e aspirações, da fatigante jornada pela vida, mantenha-se em paz com sua própria alma.
Acima da falsidade, do desencanto e agruras, o mundo ainda é bonito.

Max Ehrmann (1872-1945) 


Beijos meus cheios de,
luz, paz, amor, fé e esperança!







4 comentários:

Alfa & Ômega disse...

Rosane, minha querida amiga a quem amo muito, aqui reina a paz e o silêncio profundo, pois ainda todos dormem, após a farra de ontem, aproveito para passear por aqui e dizer-lhe que Desiderata é um estouro de artigo! Parabéns como sempre pela feliz escolha! Vim também para abraçá-la carinhosamente e envolvê-la com os mais auspiciosos desejos de um Feliz Ano Novo! Beijão!

Rosana Remor disse...

MINHA LINDA, LEMBRO DESTE POEMA NARRADO POR CID MOREIRA!É LINDO NÉ?PASSEI PRA TE DESEJA UM LINDO ANO, COM AMOR,SAÚDE,PAZ,ALEGRIAS!!BJS!!

Elisabete disse...

Tudo bons conselhos! Desejo-lhe, amiga Rô, um feliz ano cheio e alegrias!

Adriana disse...

É LINDO ESSE POEMA, RÔ!!!

BEIJÃO