segunda-feira, 26 de setembro de 2011

" - Psyllium - " você conhece essa plantinha???


Eu não conhecia essa plantinha e desde já vou incluir na minha alimentação e também comprar em capsulas.
Desde que fiz radiação meu intestino tornou-se mais complicadinho ainda, pelo efeito colateral da radioterapia, o canal anal atrofiou e desde então é necessário que eu mantenha a minha alimentação mais rica ainda em fibras e essa descoberta para mim será de grande valia. Acredito que a partilha será boa para muitos também.


Psyllium

Histórico do Psyllium

O psyllium cujo nome científico é Plantago psyllium L., pertence a família Plantaginaceae.
O psyllium é uma erva que mede menos de 50 cm e produz flores brancas, agrupadas em espigas na ponta de pequenas hastes. Cresce espontaneamente nos solos áridos e arenosos do Mediterrâneo.
Seu nome deriva do grego psylla (pulga), referindo-se a semelhança de suas sementes com este inseto.
O seu uso foi popularizado com o advento dos árabes e persas na Índia e começou a ser utilizada pelos europeus no início do século XIX.
Com exceção da casca da semente, onde encontra-se grande quantidade de fibras, as demais partes não tem uso medicinal.



A mortalidade por problemas cardiovasculares vem aumentando nos últimos anos principalmente devido ao estilo de vida adotado pela maioria. Alimentação rica em gorduras e pobres em nutrientes, sedentarismo e tabagismo são os principais fatores de risco. Assim, para a melhora da saúde é fundamental mudança de hábitos, uma alimentação equilibrada e aumento no consumo de fibras.

Segundo a nutricionista Flávia Morais, da Rede Mundo Verde uma das formas de aumentar o consumo de fibras é incluir o psyllium na dieta. “O psyllium é uma fibra solúvel extraída da casca das sementes de uma planta chamada Plantago ovata” diz a nutricionista.

O tipo de fibra encontrado no psyllium possui uma enorme capacidade de reter água e formar um gel viscoso. Segunda a nutricionista o gel formado pela fibra diminuirá a absorção do colesterol e provocará também uma sensação de saciedade. A qualidade fibrosa da casca e os óleos da Psyllium também fazem dele um excelente laxante natural. A ação dele faz com o cólon aumente, ocorrendo ativação da motilidade intestinal. “Apresenta ainda ação reguladora do funcionamento do intestino, já que o gel formado pela fibra torna as fezes mais volumosas e úmidas o que facilita sua eliminação e combate a prisão de ventre”, explica Flávia.

As sementes e as cascas das sementes são as partes mais utiizadas da erva. São ricas em componentes químicos como mucilagem, aucubina, proteínas, xilose, galactose, óleos e gomas. 

Estudos mostram os efeitos benéficos do psyllium na redução dos níveis de colesterol sangüíneo. “Pacientes com colesterol aumentado que usaram 9g de psyllium ao dia por 8 semanas tiveram redução nas taxas de colesterol total e de LDL colesterol” conta Flávia.

Por aumentar a saciedade o psyllium é um coadjuvante no emagrecimento. Na medicina alternativa, o Psyllium ainda é usado para curar infecções, tratar dores de dente, abcessos, irritação na pele e panarício (infecção nas pontas dos dedos). 

Na culinária, as folhas jovens podem ser comidas em saladas. As sementes de Psyllium podem ser acrescentadas a cereais e iogurtes. O psyllium normalmente é encontrado em cápsulas ou pó para ser adicionado a sucos. É ingrediente também de alguns cereais matinais. 


Por Danielle Silveira




Pense nisso 
"A única jornada que na verdade importa é aquela para dentro do lugar de Quietude na profundeza de cada um. Chegar a esse lugar é estar em Casa." (Gordon Cosby)


Pantocrator
"Ó Deus, a quem todos os corações estão abertos,
para quem o desejo é eloquente
e de quem nenhuma coisa secreta é escondida,
purificai os pensamentos de meu coração
pelo transbordar de vosso Espírito em mim,
que eu possa amar-vos com um amor perfeito
e louvar-vos como vós mereceis. Amém!"
(da "Nuvem do Não-Saber")





Ramalhete EspiritualBeijos meus cheios de,
luz, paz, amor, fé e esperança!



2 comentários:

Nana... disse...

Quanto ha pra se conhecer e descobriri né, tbm não sabia da planta muito menos das suas propriedades!

obrigado por compartilhar mais uam vez!

Beijos ") @NanaP_inho
http://meninacajuina.blogspot.com/
http://eutocorrendo.blogspot.com/
http://gordinhasdointerior.blogspot.com/

Anabela Jardim disse...

Muito interessante!