domingo, 15 de maio de 2011

"Como perder quilinhos a + depois dos cinquenta????





Eu estou meio gordinha,confesso, uns seis ou sete quilos acima de meu peso. Ansiedade, tristeza, desalento, mágoa...enfim, me acabo comendo uma coisinha aqui outra ali. Mas vou dar um jeitinho nisso, para não perder as minhas roupas que tanto gosto e também minha saúde em primeiro lugar, com certeza.
E como fazer para perder um pouquinho desses quilinhos a mais?
Li e gostei, nesse site que eu sigo a muito tempo, esse mesmo logo aí abaixo::..


Um bom site para a galera com mais de cincoenta primaveras assim como eu. Confesso tem alguns assuntos que não curto não, mas na maioria são muito bons, principalmente no que fala sobre saúde, casa, família, nutrição...
Então , o que fazer para desaparecer com esses quilinhos a mais???

Emagreça, já
Especialista lista dez dicas para fazer as pazes com a balança

"Perder peso. Essa meta assombra grande parte da ala feminina, e por mais que todas saibam os benefícios que a combinação de exercícios físicos com uma alimentação equilibrada traz, nem sempre é fácil chegar ao peso ideal. O metabolismo fica mais lento, a produção de hormônios cai, a preguiça aumenta. O que não falta é motivo que as façam ganhar alguns quilinhos. Emagrecer depois dos 50 não é fácil, mas também não é impossível. Pensando nisso, o maisde50 traz dez dicas para fazer as pazes com a balança, de uma vez por todas.
De acordo com o endocrinologista e representante do Departamento de Obesidade da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM) Josivan Gomes Lima, a idade exerce uma grande influência na dificuldade de perder peso. “Nosso metabolismo vai desacelerando, de modo que se uma pessoa come hoje o mesmo que comia dez anos atrás, certamente irá aumentar o peso. Associado a isso, existem alterações hormonais que podem predispor ao ganho de peso. A menopausa na mulher e a anausa (sendo esta bem mais lenta) também interferem. E o fato do hipotireoidismo (tireóide produzindo menos hormônio) ter uma prevalência maior com o avançar da idade, também contribui para o ganho de peso”, explica ele.
Não é só em frente ao espelho que o sobrepeso torna-se desagradável. Para saúde, engordar também pode ser muito perigoso, principalmente para elas. “Com a idade o risco cardiovascular aumenta, principalmente devido ao acúmulo de erros (dietéticos e sedentários) cometidos durante a vida. Com isso, há um aumento também do risco de infarto agudo do miocárdio, acidente vascular cerebral (AVC), diabetes, entre outros. O aumento do risco cardiovascular nos homens é crescente com a idade de forma quase linear. Entretanto, na mulher é pior depois dos 50 anos, principalmente devido à menopausa. O estradiol (hormônio feminino) na menopausa não é mais produzido pelos ovários e, consequentemente, há uma perda da proteção cardiovascular que este hormônio propicia”, alerta o endocrinologista.
Definir metas. Esse pode ser uma boa saída para quem quer perder peso e ganhar saúde. “Deve-se ter como objetivo uma perda de peso gradual (0,5kg/semana é uma boa velocidade de perda de peso), traçando-se metas em médio prazo. Além disso, para se perder pouco peso não é preciso fazer cortes radicais na alimentação. É importante mudar o comportamento também, se a pessoa coloca como meta se alimentar melhor e realizar exercícios físicos, mesmo quando chegar ao peso objetivado, ela continuará com esta meta, minimizando a chance de recuperar o peso”, aconselha Josivan."

Nada de dietas milagrosas nem exercícios mirabolantes. Se você já tentou de tudo, e mesmo assim não consegue perder peso, o maisde50 lista abaixo os dez principais motivos que podem estar dificultando você a entrar em forma. Confira:
1 - Falta de exercícios regulares. O ideal é praticar, no mínimo, 150 minutos de atividades físicas por semana, que podem ser divididos de três a cinco dias

2 – Alimentação ruim. Hábitos alimentares errados, comendo-se em horários errados e alimentos de qualidade duvidosa

3 - Dificuldade em mudar hábitos alimentares antigos

4 – Exagero de fim de semana. Achar que seguindo uma alimentação correta durante a semana pode relaxar no fim de semana e comer errado

5 – Milagres. Ter metas muito ambiciosas (perder 15kg, por exemplo) a serem atingidas em curto período de tempo

6 - Terceirizar responsabilidades: achar que se não perdeu peso a culpa foi da nutricionista que não prescreveu uma dieta adequada ou do médico que não passou um remédio para emagrecer

7 - Doenças associadas: algumas doenças podem levar ao aumento de peso ou dificuldade em perder

8 - Uso de medicações: corticóides, antipsicóticos, antidepressivos, etc. podem levar ao ganho de peso

9 - Comparações com outras pessoas: é comum a mulher, por exemplo, se comparar com o marido, achando que come menos que ele e engorda. Devemos lembrar que cada pessoa tem um metabolismo próprio, não devendo ser comparado nem mesmo entre irmãos.

10 – Fome x Gula. Não conseguir diferenciar fome de gula: poucas vezes comemos realmente por estarmos com fome. Na maioria das vezes, comemos mais por gula do que por fome. Fazer esta diferenciação facilita bastante o comer correto.


Beijos meus.
bom domingo cheio de luz, paz, amor, fé e esperança!

3 comentários:

So artes disse...

Oi Ro, que saudades que estava de vc querida!
Obrigada pelo selinho mais fofo..adorei :)
Agora esse texto foi pra mim....nao tenho 50 mas preciso emagrecer já!! estou comendo muito no Brasil...assim que chegar em casa comeco minhas caminhadas :)
beijinhos querida e força que vc consegue!!!
So *Ü*

Adriana Alvarez disse...

Querida Rô, entrei na casa dos 40 no ano passado e já percebo uma dificuldade enorme em perder peso, estou com 4 quilos acima no normal e se eu não me cuidar... chegarei aos 50 ENORME, anotei as dicas e devo coclocá-las em prática urgentemente!!!

Um grande beijo

www.emporiocasadachiquinha.blogspot.com

Rosana Remor disse...

RÔ,MINHA LINDA,VIM AGRADECER O SELINHO...UMA GRAÇA!VC É MUITO QUERIDA E DELICADA,VIU?bJS!!