quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

"Meus mimos de Natal ficaram prontos"

Clique e receba



Bom dia a todas(os)!
 Ebaaaa!!! Até que enfim meus mimos de Natal ficaram prontos, mas ainda falta alguns que estou terminando e assim que acabar coloco aqui no bloguto.
 Demorou umm pouco pois não ando lá essas coisas minha cabeça gira a mil por hora e uma das coisas que anda me fazendo e exatamente o trabalho manual.
 Ma tristezas à parte eis minhas artes, espero que gostem.



 Esse jogo de toalhas vai para a proprietária da agência de Teurismo onde minha princesa trabalha.


 As caixinhas em latonagem para colocar Bolo de Natal ou

 Caixinhas de fósforo a primeira foto são das caixas maiores e abaixo as pequeninas, junto estou preparando as velas estilo vintagen depois mostro.

Porta guardanapo em latonagem também.



 As agendes revestidas em tecido e papel para as amigas do atelier


 Toalhinhas de bandeja que pintei a mão falta dar o toque final


 Trilho de mesa para o Natal
 outro trilho apenas o detalhe
 Pintado por mesma chic né???
 Toalhinha de bandeja para a mamãe. Ela adora cerejas...




 Esses crisântemos faz parte de um jogo para a sala de jantar de minha mãe. Mas os acabamentos ainda estou pensando em que fazer, não sei se coloco renda gripir, se mando para minha amiga Marlene que faz bordados à máquina como ninguém, se coloco um barrado em crochê....??? Dúvida cruel...!!!

É isso pessoas que eu amo, espero que tenham gostado. Ainda tem algumas coisinhas em fase de acabamento. Qaundo eu conseguir terminar mostro com carinho.

 Para não fujir dessa minha mania de contos e histórias, deixo-vos essa que me faz recordar de minha infância, quando minha avó materna contava-me histórias para eu dormir.
Infelizmente ainda não tive esse prazer com meu Mateus, meu netinho que não vejo há mais de dois meses.
 Saudades...doí de demais!!!


A vovó Rô, Mateus meu tesouro e a bisinha Nide no niver de 3 anos

A Avó


A avó, que tem oitenta anos,
Está tão fraca e velhinha! . . .
Teve tantos desenganos!
Ficou branquinha, branquinha,
Com os desgostos humanos.

Hoje, na sua cadeira,
Repousa, pálida e fria,
Depois de tanta canseira:
E cochila todo o dia,
E cochila a noite inteira.

Às vezes, porém, o bando
Dos netos invade a sala . . .
Entram rindo e papagueando:
Este briga, aquele fala,
Aquele dança, pulando . . .

A velha acorda sorrindo,
E a alegria a transfigura;
Seu rosto fica mais lindo,
Vendo tanta travessura,
E tanto barulho ouvindo.

Chama os netos adorados,
Beija-os, e, tremulamente,
Passa os dedos engelhados,
Lentamente, lentamente,
Por seus cabelos, doirados.

Fica mais moça, e palpita,
E recupera a memória,
Quando um dos netinhos grita:
"Ó vovó! conte uma história!
Conte uma história  bonita!"

Então, com frases pausadas,
Conta historias de quimeras,
Em que há palácios de fadas,
E feiticeiras, e feras,
E princesas encantadas . . .

E os netinhos estremecem,
Os contos acompanhando,
E as travessuras esquecem,
 Até que, a fronte inclinando
Sobre o seu colo, adormecem . . .

Olavo Bilac


 Beijos de luz, paz, amor, fé e esperança!
Fiquem com Deus e por favor orem por mim!

6 comentários:

Adriana disse...

Que neto mais fofo, menina!!! Vc só pode estar com saudades, não é???
Teus trabalhos são mto lindos. Adoro toalhas com um bordado, uma pintura...!!!

bjs, querida!!!

Lucinha Cullen's Garden and Cia disse...

Oi RÔ,

Que lindo trabalho, de muito bom gosto e caprichado.

Esse post mexeu com meu interior, por vários motivos:

As pinturas nos tecidos me fizeram lembrar o único trabalho manual que havia feito antes de possuir o blog, que foi o enxoval da minha primeira filha.

Todos os seus mimos me fizeram lembrar minha mãe e minhas tias, que fazem trabalhos manuais muito lindos também.

A mensagem tirou lágrimas dos meus olhos.
Minha família está toda no Brasil. E meus netos são apaixonados por mim e eu por eles.
Um deles, o Gustavo que já está com 11 anos, que morava comigo e a mãe. Tomou gosto pela leitura porque eu lia livros de histórias pra ele e via filmes infantis também.

Você não vê Mateus há dois meses e eu não vejo os meus há uma ano e 5 meses. Que saudade!

O Gustavo está vindo passar o ano novo comigo e vai ficar 20 dias. Graças a Deus, acho que não aguentaria passar mais uma virada de ano sem ele.

Tire um tempo Rô, e faça isso, conte histórias, brinque, faça bagunça com o Mateus, ele nunca esquecerá.


Parabéns pelo lindo trabalho e obrigada por nos presentear com essas lindas imagens.

Abraço forte,

Alfa & Ômega disse...

É isso mesmo, dona Rosane! " Mas, saudades à parte e veja as minhas artes." Rosane sua arte é sentimento concreto. O que fazes com carinho, inunda a pessoa que recebe, além da alegria, o amor e todas as Bênçãos, sem mesmo que ela perceba. E daí que não perceba? E daí que ficou com vc tbém todas as bênçãos, todo o amor e toda a alegria. É multiplicação da doação de si ao irmão, Rose! E como S. Francisco de Assis sabia! Parabéns, vc está linda com seu amado neto, com a bizinhza. Beijão!

Nana... disse...

Que trabalhos lindos!!!Da pra sentir o carinho que colocou neles todos!!!
Parabéns pelo neto que criança mais linda!!!!
Familia é base não é ???????!!!

Beijos ")
http://meninacajuina.blogspot.com/
http://deliciasdaclarisse.blogspot.com/
http://descobertasdela.blogspot.com/

Márcia Raquel disse...

Que lindos trabalhos. E o netinho é kut kut hehehe...Bom demais da conta!!!

Beijos carinhosos

Kekel

www.kantinhodakekel.blogspot.com
www.aspalavrasquemedefinem.blogspot.com

Fernanda Eick disse...

Oi querida!

Dezembro é um mês à parte, nos aproxima das fadas, gnomos e papai noel, mas também aflora muito o vazio do sentimento saudade.
Então, preenchamos nosso coração com lindas orações e evoquemos à Deus muita paz e amor à todos nós.

P.S. Estes mimos vão "mimar" demais essas gurias, heim??
Gde abraço da AMIGONA Fê.