terça-feira, 23 de março de 2010

" - COLECIONAR? EU ADOROOOOO! -" ESPECIAL PARA MAJÔ -

lagrima
“Antes que ele pudesse perguntar, ela sorriu e sussurrou:
_ Mackenzie, todos temos coisas que valorizamos a ponto de colecionar, não é? – A pequena lata relampejou na mente dele. – Eu coleciono lágrimas.”
* William P. Yong In: A cabana P. 74 *


Tem coisa mais gostosa do que colecionar.
Diz o psiquiatra abaixo, que por sinal deve ser meu parente pelo Wolff, que::..
"A mania de colecionar é perfeitamente normal", diz o psiquiatra e psicoterapeuta José Roberto Altenfelder Silva Wolff. Guardar coisas de que se gosta faz parte do desenvolvimento do ser humano. "É muito comum que as crianças passem um longo tempo organizando e olhando seus brinquedos", lembra Wolff.
Leia mais aqui
Outro dia disse que minha mais nova paixão são as Suculentas. comecei com uns vasinhos que maridão me deu de presente e hoje minha pequena mas muito querida coleção já beira a casa de dez (é pouco eu sei) mas ela está crescendo.
Dentre tantas coisas que gosto de colecionar uma delas são também os botões. Sei lá tenho meio que, vamos combinar, uma fascinação pelos botões "SERÁ QUE FROID EXPLICA", acho que nem ele.
Enfim eu coleciono livros (que eu amo de paixão), revistas de artes manuais, revistas de decoração, minhas suculentas, minhas violetas, canetas, penas de pássaros, pedras, meus botões e outras cositas mas.
Adoro coisas pequeninas também.
Vejam abaixo como estão lindas as Suculentas::..


 minhas lindas crescendo e ficando encantadoras
 essa é preferida foi a primeira que o meu marido me deu
 o berçário
 minhas violetas em flor
Esses são meus novos botões. Fim de semana fomos até Minas Ipuiuna e minha amiga me levou em uma confecção para buscar uma roupa de ginática que mandou fazer. quando entrei comecei a olhar tudo a minha volta, me deparei com potes e potes de botões. A dona da confecção também faz reformas e os botões vão ficando e ela vai guardando. Olhei meio que com vergonha e perguntei::.. "A SENHORA VENDE ESSES BOTÕES?" e ela me respondeu::.."NÃO, NEM SEI O QUE FAZER COM ELES!". Mais do que depressa pedi alguns e ela me du um monte, um saquinho cheio. Se fiquei feliz??? como criança que ganha um brinquedo! Pode uma negócio desses, ficar feliz por ganhar alguns botões e a maioria antigos???
Só a vovó Rô mesmo!!!

CURIOSIDADES DA VOVÓ RÔ!

Hoje em curiosidades da vovó vou postar também como cuitivar Suculentas um mimo para mais nova blogueira da blogosfera  a Majô do Blog Majô Artes. Que adora também essas mimosas plantinhas. BEIJOS AMIGA!!!


Como cultivar suculentas
Saiba como tratar dessas plantas de folhas gordinhas e tenha em casa um jardim bonito e fácil de manter.

por Carolina Costa

Se os camelos fossem vegetais, seriam da família das suculentas. Essas plantas conseguem viver bem, obrigado, mesmo nos desertos e nos ambientes muito quentes e secos. Para realizar essa façanha, as suculentas usam a mesma estratégia dos camelos e dromedários: armazenam água em grande quantidade.

É graças às folhas gordas e cheias de líquido que elas agüentam passar o dia todo sob o sol e permanecer tão lindas quanto uma orquídea saída da estufa.

Esse não é o único truque dessas plantas, que são típicas da África e têm mais de 12 mil espécies pelo mundo. Irmãs dos cactos, elas costumam ter espinhos ou uma espécie de penugem nas folhas, que retém o máximo de umidade possível.

As suculentas que têm folhas “peladas” usam outro recurso para obter o mesmo efeito: são cobertas por uma cera grossa, que lhes dá um aspecto lustroso e evita a evaporação. Desse jeito, o estoque de água fica preservado por mais tempo. Plantinhas espertas, né?

Os 4 cuidados básicos

Um lugar ao sol
Como são originárias de regiões muito quentes, as suculentas gostam de sol pleno e pouca água. Se elas estiverem plantadas em vaso, regue-as duas vezes por semana ou quando sentir que a terra está seca ao toque. Nunca deixe sobrar água no prato: quase nenhuma planta gosta de ficar com os “pés” molhados. Já as suculentas cultivadas diretamente no chão requerem mais regas, porque o processo de evaporação da água é bem mais acelerado.

Novinha em folha
Esqueça todas aquelas complicações de estacas e sementes: suculentas se propagam muito rapidamente. E ainda têm a vantagem de não precisar de uma planta “macho” e outra “fêmea”, como acontece com algumas espécies. Quando uma folha cai no chão, logo cria raízes e, tchanam!, surge outra muda - assim, como mágica. Se quiser brincar de jardineira, tire uma folhinha da sua suculenta e coloque a ponta na terra. Continue regando normalmente.

A grande família As suculentas são plantinhas pacíficas e sem exigências de espaço. Por isso, podem viver em grandes famílias, todas num mesmo vaso. A quantidade de espécies juntas vai depender do tamanho e da profundidade do vaso. Antes de começar, tome o cuidado de agrupar plantas que tenham os mesmos gostos de água e sol. Também preste atenção para não deixar que as maiores façam sombra nas menores. Vire o vaso de vez em quando, para ter um crescimento por igual.

Flor de pedra Chamam-se echeverias as suculentas cujas folhas fazem uma grande flor, semelhante a uma mandala (desenho indiano bem geométrico). De coloração esverdeada ou azulada, essa espécie é conhecida também como rosa-de-pedra e se dá muito bem em vasos. Quando for molhá-la, evite derramar água na planta: procure uma área de terra no vaso ou dê uma ligeira levantada nas folhas para regar abaixo delas. Como diz o ditado: água mole em pedra dura, tanto bate...

fonte e imagem aqui


Beijos e beijos!
Rosane!

Um comentário:

Deusa disse...

Adoro colecionar coisas.....coleciono flores de pano,flores de todo o tipo.....estes dias Maite ficou quietinha la pra dentro e quando eu fui verificar ela tinha colado com muiiiita cola as minhas flores em uma fita que sumiu no meio da cola e depois que consegui sair do choque eu perguntei...minha filha porque voçê fez isso?e ela respondeu com um bico...e seu presente mamãe eu te amo.....bom argumento melhor não existe....limpei um pouco,e vi um lindo rosario de flores...vou mostrar depois exatamente como ela fez.
Um beijo
Deusa