sexta-feira, 31 de outubro de 2008

Pastel de farinha de milho

Dando continuidade a Blogagem coletiva - IMPORTANDO FOLCLORE - uma iniciativa do Vida Blog de Ronaldo Santos com apoio cultural de Leio o mundo assim e Grupo Blogueiro , coloco aqui no receitinhas a receita do famoso Pastel de farinha de milho de Pouso Alegre, junto com texto muito bonito do Site Sabores de Minas , leiam e depois façam eu garanto que é simplesmente delicioso, sempre que vou pra Pouso Alegre não deixo de saborear esse delicioso pastel e da barraquinha do Sr João que é uma graça de pessoa assim como todos os mineiros.


POUSO ALEGRE

Surpresa recheada


Pouso Alegre ainda reserva outras boas surpresas para os viajantes. No Mercado Municipal, não deixe de “devorar” os pastéis de farinha de milho, nas versões carne e queijo, fritos na hora por João Ribeiro do Valle, de 68 anos. Atencioso com todos os clientes, ele tem a sua loja no local há 33 anos, e diz que o salgado já virou tradição – e mania – na cidade. Um dos segredos da receita é fazer a massa bem fina. Portanto, não pense que, por ser de farinha de milho, o pastel de “seu” João se assemelha ao pastel de angu, conhecidíssimo nas cidades históricas. A consistência é outra e fica muito sequinho. Para conseguir o bom resultado, é preciso fritá-lo em óleo bem quente. Outras dicas fundamentais: colocar literalmente a mão na massa, sovando bastante, e mexer com colher de pau, quando a receita pedir. “Se a massa estiver muito mole, coloque mais farinha. Se ficou muito dura, ponha mais água”, ensina. De pastel em pastel, vai-se aprendendo também um pouco da história do Mercado Municipal, construído em 1883 e restaurado em 1912. Inicialmente em estilo chalé, já foi todo reformado.


Como fazer Pastel de milho


Ingredientes:

• 500 g de farinha de milho

• 300 g de polvilho azedo

• 4,5 copos de água

• 1 kg de carne moída refogada com alho, cebola e tomate

• Sal a gosto

Modo de fazer::-

Misturar o sal na água e pôr para ferver. Reservar. Misturar a farinha de milho ao polvilho. Fora do fogo, despejar a água quente sobre a mistura de farinha de milho e polvilho, mexendo sempre com uma colher de pau, até formar uma espécie de angu duro. Deixar esfriar um pouco e sovar bastante. Fazer bolinhos de massa, passar uma garrafa sobre eles, colocar a carne moída e fechar, apertando bem as extremidades, no formato de pastel. Fritar no óleo bem quente, retirar logo para não endurecer e deixar secar sobre papel toalha. Se quiser variar o sabor, corte fatias de queijo e substitua a carne.

Receita fornecida por João Ribeiro do Valle, de Pouso Alegre


Imagem daqui

FONTE PARA PESQUISA AQUI







Também tenho essa receita do Globo Rural qualquer uma são de boa qualidade e já como sempre eu fiz e recomendo.
Com uma linda reportagem sempre de encontro com a proposta de divulgar as coisas de nossa Terra, leiam é muito interessante.








Aprenda a preparar essa receita de sucesso em Pouso Alegre, sul de Minas. O quitute tem direito até a uma festa especial.

O que chama a atenção nas barraquinhas é uma receita tão antiga quanto saborosa. “Sempre paro aqui para comer vários”, contou a visitante.

O pastel de farinha de milho surgiu no início do século 19 e virou parte da cultura de Pouso Alegre. “Quando os tropeiros precisavam de uma comida mais forte e de preparo rápido”, explicou Fernanda Tersi, representante do Conselho do Patrimônio Histórico e Cultural.

O quitute faz tanto sucesso que no dia do aniversário de Pouso Alegre os pasteleiros mais famosos da cidade decidiram se unir para fazer a Festa do Pastel. Vinte mil deles são distribuídos de graça na praça central. Os moradores fazem fila e dizem que igual a este não existe em outro lugar.










Para descobrir os segredos desta delícia a equipe de reportagem foi até a cozinha do pasteleiro Domingos de Oliveira.



Os ingredientes da receita são::-


½ quilo de farinha de milho

150 gramas de polvilho azedo

1 colher de chá de óleo de soja

1 colher de sopa de sal

carne ou queijo para o recheio

1 cálice de cachaça


Modo de fazer::-


Em uma caneca com 800 mililitros de água são colocados o sal, o óleo e a cachaça.
Em outra vasilha, junte a farinha e o polvilho.
Quando a água começou a ferver jogue sobre a mistura.
Use uma colher. Quando a receita estiver fria, solve com as mãos.
Quando ficar com a consistência fria massa está no ponto.
A massa é aberta com um rolo e depois vem o recheio.
O arremate pode ser feito com uma forma ou faca e garfo.
Na hora de fritar, use o óleo bem quente.

Então, está pronta a tradicional e deliciosa receita de Pouso Alegre.


Fonte pesquisa aqui






Beijos de bom fim de semana para todos(as)


Rosane!

Um comentário:

Irene - Mãe do Miguelito disse...

Fiz e deu certinho!!! Fiz a segunda receita, recheei com carne moída. Ficou crocante, massa boa para trabalhar, muito bom! Parabéns!